Palavras de Marcos Farias Costa, poeta, jornalista e crítico literário


O "O que se passa com o rei ?" é uma fábula política onde o tema dominante é a guerra, mas perpassa em sua páginas uma crítica não-linear `a sociedade humana, onde o personagem oculto principal é a própria estupidez do ser humano. Utilizando uma linguagem "esopiana", de soturno deboche velado, embora apoiado nos cânones habituais da escrita, Luiz Nogueira Barros tece uma alegoria sem um discurso fechado, sem abstrações herméticas. Isso não quer dizer que seja um livro para crianças ( destino irônico: As Viagens de Guliver, de Swift, obra de impiedosa sátira à humanidade tornou-se livro para garotos), embora sua narração seja clara, com um enredo e ação novelesca sem tons transvanguardistas. Um livro que merece ser lido pelo que tem de atual; politicamenete denso, esteticamente estruturado.

Jornal de Alagôas, 20 de janeiro de 1985


Volta

Jornal de Alagôas, 20 de janeiro de 19